21 2532-3413

Comunicação / Fotos

Reunião com o Secretário de Saúde – 10/11/2017

  • _DSC8587
  • _DSC8583
  • _DSC8571
  • _DSC8561
  • _DSC8523
  • _DSC8522
  • _DSC8520
  • _DSC8501

RELATO DE REUNIÃO COM SECRETARIA DE SAÚDE 10 DE NOVEMBRO 2017

Fomos recebidos pelo Secretário de Saúde, os superintendentes da SUBPAV e SUBHUE e o coordenador da ASCOM.
O Secretário de Saúde iniciou a reunião declarando que havia compreendido que esta seria uma reunião com o comando de greve dos médicos, como uma preparatória para a agenda com o Prefeito. Esclarecemos que o movimento de greve dos médicos não está descolado do movimento da saúde e que diversas outras categorias aderiram à greve. Não houve resistência a respeito.
Mais uma vez foi colocada a crise orçamentária e o somatório dos seus fatores: arrecadação menor que a prevista, contingenciamento do orçamento, cancelamentos de empenhos no final da gestão anterior, mudanças nas regras do fluxo de liquidação das despesas pela Fazenda na atual gestão. Foi confirmado que existe um déficit orçamentário que fará com que a saúde não consiga cumprir os pagamentos ao final do ano vigente caso não exista descontingenciamento ou novo aporte vindos de outras secretarias.
Sobre o salário correspondente ao mês trabalhado de outubro, o secretário afirmou que a autorização foi assinada hoje pelo vice prefeito, aguardando apenas os trâmites para a liquidação, que ocorrerão ao longo da próxima semana. É possível que as compensações ocorram em mais de uma data. Este recurso autorizado será repassado às OSS para uso exclusivo de pagamento de salários.
Sobre os medicamentos. Disse que foi enviado pedido de compra à Fazenda, contemplando dois cenários possíveis (lista completa e lista essencial) e que agora depende da liberação.
Sobre a redução do horário de funcionamento das farmácias com apenas 1 farmacêutico: não há outra solução, uma vez que a resolução do CRF obriga a permanência do profissional em horário integral de funcionamento do setor. Funcionará 40hs.Sobre o fechamento de farmácias situadas em unidades com poucas Equipes ESF, há dois possíveis desfechos: 1°) um farmacêutico dividir a carga horária e nos momentos em que ele estiver ausente a farmácia permanecer fechada, tendo o usuário que se deslocar ou aguardar até o dia seguinte.2°) fechamentos das farmácias onde o serviço é considerado muito dispendioso (unidades muito pequenas) com o deslocamento deste profissional para uma unidade maior. Não há previsão de contratação de novos farmacêuticos.

Sobre o convênio AD, foi cobrado (e confirmado) um posicionamento de real interesse da SUBHUE na renovação com o Viva Rio. Foi garantido que há orçamento para manter o convênio até o final do ano e que a previsão de liberação pela CODESP é dia 16 de novembro. Os presentes afirmaram que a prefeitura sustenta o cuidado no território e que não se pretende fechar nenhuma CF e nenhum Caps, mas que já estudam cortes em torno dos hospitais psiquiátricos, envolvendo número de leitos e RH.
Sobre a saúde bucal, a secretaria negou que já tenha ocorrido diluição de equipes. Foi proposta uma agenda específica para analisar estes dados.
Sobre os exames de análises clínicas da CAP 3.1. A empresa vencedora da licitação não foi aprovada na fase de documentação e o segundo lugar está ainda em pendências. Aguardam resolução. Segunda feira não haverá exames.
Sobre a reunião com o Prefeito, confirmou-se que ela ocorrerá, porém ainda sem confirmação de horário, que poderá se dar ao longo do final de semana. Houve compromisso de fornecerem informação atualizada sobre o cronograma de pagamentos para que tenhamos conhecimento do valor do déficit atual que precisa ser negociado com o prefeito.
Sobre os assédios das OSS ao movimento de greve, comprometeram-se em tomar medidas para coibir tais práticas, mas para tanto é preciso que sejam encaminhados formalmente os relatos dos fatos.
Nosso movimento cresce e se fortalece. Mas precisamos manter a chama acesa, convocando mais e mais os profissionais e a população a somar na luta, pois já está claro que só com apelo popular poderemos evitar uma situação de colapso.
Fonte: Comando de Greve e Nenhum Serviço de Saúde a Menos

Assembleia de Médicos e Médicas da Atenção Básica – UERJ 06/11/2017

  • _DSC8370
  • _DSC8300
  • _DSC8155
  • _DSC8131
  • _DSC8211
  • _DSC8291
  • _DSC8295
  • _DSC8327

Mais de 200 médicos das Clínicas da Família, reunidos em assembléia, ontem na UERJ, decidiram manter a greve, iniciada em 26 de outubro. A prefeitura não regularizou o estoque de medicamentos e insumos, não repassou a verba para pagamento dos salários atrasados, ou se comprometeu com um calendário de pagamento até janeiro de 2018.
AGENDA:
*Reunião do Conselho municipal de saúde – 14h –
Ato na reunião com Secretário de saúde

Em frente à Prefeitura

• 11/11 – sábado – 14h
Local: a definir
Reunião Geral do Movimento Nenhum serviço de saúde a menos

• 13/11 – segunda-feira – a definir
Reunião com Prefeito

Realização de Ato nas Clínicas pela manhã

• 14/11 – terça-feira
*Reunião com Ministério Público do Trabalho com representantes do comando de greve

*Reunião do conselho Municipal de Saúde – 14h

• 16/11 – 14hs
Assembleia dos Médicos
Local: Sindicato dos médicos (ou em outro local)

 

Fotos: Claudionor Santana

Assembleia Geral – Greve dos Médicos e Médicas da Atenção Básica – 26/10/2017

  • _DSC6962
  • _DSC7095
  • _DSC7078
  • _DSC7043
  • _DSC7016
  • _DSC7004
  • _DSC6781
  • _DSC6772

Fotos: Claudionor Santana

Audiência Pública – Orçamento da Saúde 2018 – 26/10/2017

  • _DSC6370
  • _DSC6567
  • _DSC6407
  • _DSC6753
  • _DSC6467
  • _DSC6504
  • _DSC6293
  • _DSC6247

Audiência Pública sobre o Orçamento da Saúde de 2018 na Câmara Municipal do Rio de Janeiro.

Fotos: Claudionor Santana

ASSEMBLEIA GERAL EXTRAORDINÁRIA DOS REPRESENTANTES DO SINDICATO DOS MÉDICOS DO RIO DE JANEIRO COM OS MÉDICOS E MÉDICAS QUE TRABALHAM NA REDE MUNICIPAL DE SAÚDE (VIVA RIO, SPDM, IABAS e FIOTEC).

  • _DSC5655
  • _DSC5782
  • _DSC5548
  • _DSC5614
  • _DSC5628
  • _DSC5682
  • _DSC5702
  • _DSC5794

Fotos: Claudionor Santana

REUNIÃO DO SINMED-RJ COM SECRETÁRIO MUNICIPAL DE SAÚDE

  • _DSC5063
  • _DSC5027
  • _DSC4956
  • _DSC4930
  • _DSC4889

Hoje, 17/10, ocorreu uma reunião do Presidente em Exercício do SinMed, Leôncio Feitosa e do diretor da área de Formação Profissional e Educação Médica Continuada, Alexandre Telles e da Associação de Medicina de Família e Comunidade do Estado do Rio de Janeiro (AMFaC/RJ) com o secretário municipal de saúde do Rio de Janeiro, Marco Antonio de Mattos.
Dentre as pautas, destacamos as reivindicações da categoria em relação à atenção primária, incluindo o atraso de salários e gratificações, a falta de medicação e de insumos.
O SinMed/RJ convoca a categoria para a Assembleia Geral Extraordinária, no dia 19/10/17, às 13:30, na Av. Churchill, 97 – 11º andar – Castelo, para analisar e deliberar pautas referentes a atenção primária. O SinMed/RJ reafirma seu compromisso com a defesa do SUS.

AULA PÚBLICA SOBRE A SITUAÇÃO DA SAÚDE NO RIO DE JANEIRO – 26/07/2017

  • IMG_7294
  • IMG_7289
  • IMG_7285
  • IMG_7272

Dr. Leoncio Feitosa e Dra. Monica Jung, presidente em exercício e diretora do SinMed-RJ, falam com transeuntes, próximo à estação do Metrô de Botafogo, sobre a situação da saúde pública no Estado do Rio de Janeiro.

2ª PLENÁRIA DA FRENTE EM DEFESA DOS INSTITUTOS E HOSPITAIS FEDERAIS DO RIO DE JANEIRO – 17/07/2017

  • Foto-Claudionor Santana (7)
  • Foto-Claudionor Santana (9)
  • Foto-Claudionor Santana (4)

Foi realizada no dia 17/07/2017, no SINMED, a 2ª plenária da Frente em Defesa dos Institutos e Hospitais Federais do Rio de Janeiro. Participaram cerca de 50 trabalhadores e trabalhadoras de diversas categorias profissionais. Entre as propostas aprovadas, destaca-se um ato marcado para o dia 03/08 na Cinelândia, com caminhada até a NERJ para entrega de documento exigindo a saída do Ministro da Saúde, Ricardo Barros.
Veja abaixo as fotos da Plenária
Fotografias: Claudionor Santana

ATO PÚBLICO EM DEFESA DOS HOSPITAIS FEDERAIS – 10/07/2017

  • Foto-Claudionor Santana (17)
  • Foto-Claudionor Santana (16)
  • Foto-Claudionor Santana (14)
  • Foto-Claudionor Santana (5)

Na manhã do dia 10 de julho, no Hospital Federal do Andaraí, foi realizado ato público da Frente em Defesa dos Hospitais Federais. O movimento conta com apoio de diversas entidades de saúde. O SinMed participou, através de seu presidente em exercício, Leoncio Feitosa, e diversos diretores.
Fotos: Claudionor Santana

DEBATE SOBRE MÍDIA&DEMOCRACIA – 22/06/2017

  • Foto-Claudionor Santana (30)
  • Foto-Claudionor Santana (19)
  • Foto-Claudionor Santana (8)
  • Foto-Claudionor Santana (6)
  • Foto-Claudionor Santana (5)
  • Foto-Claudionor Santana (3)

-Sucesso de público e de crítica-
Presentes médicas, médicos, jornalistas, antropólogos e sociólogos. Os convidados trataram do papel da mídia hegemônica, dos oligopólios financeiros, e do monopólio da informação. Grande destaque foi dado à resistência, representada pela mídia alternativa, que cresce e amplia a acessibilidade à informação, essencial no processo democrático no Brasil. Fica para o SinMed, e demais sindicatos, o desafio de construir uma entidade combativa, forte e plural.

Fotos: Claudionor Santana

Mídias

Mídias Mídias

Contato

Avenida Churchill, 97
8º ao 12º andar  – Castelo – RJ

Tels: 21 2532-3413

comunicacao@sinmedrj.org.br