21 2532-3413

Blog / Notícias

Assembleia de médicos – UPA Tijuca e Maternidade Therezinha de Jesus – 28/02/2018 – 19h⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

Assembleia de médicos – UPA Tijuca e Maternidade Therezinha de Jesus – 28/02/2018 – 19h⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

O SINDICATO DOS MÉDICOS DO RIO DE JANEIRO, entidade sindical representante da categoria médica, convoca para Assembleia Geral Extraordinária da Categoria e dos médicos que trabalham na rede municipal para Viva Rio, SPDM, Gnosis, IABAS e Fiotec na atenção primária e que estão em estado de Assembleia Permanente devido ao estado de greve, a ser realizada no dia 27/02/2018, terça-feira, na Av. Churchill, 97 – 11º andar – Centro, Rio de Janeiro, às 14:30 em primeira convocação e às 15:30 em segunda convocação.

Assembleia de Médicos da APS – 27/02/18 – 14h⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

Assembleia de Médicos da APS – 27/02/18 – 14h⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

EDITAL DE CONVOCAÇÃO

O SINDICATO DOS MÉDICOS DO RIO DE JANEIRO, entidade sindical representante da categoria médica, convoca para Assembleia Geral Extraordinária da Categoria e dos médicos que trabalham na rede municipal para Viva Rio, SPDM, Gnosis, IABAS e Fiotec na atenção primária e que estão em estado de Assembleia Permanente devido ao estado de greve, a ser realizada no dia 27/02/2018, terça-feira, na Av. Churchill, 97 – 11º andar – Centro, Rio de Janeiro, às 14:30 em primeira convocação e às 15:30 em segunda convocação, com o objetivo de deliberar e aprovar os itens que compõem a pauta de reivindicações de interesse da categoria: 1 – Informes; 2 – Adiar a decisão da saída ou não da greve para assembleia após a audiência de 26/02 com a juíza do TRT; 3 - Discutir outras estratégias de mobilização; 4 - Fortalecer o fundo de greve e, com possível ajuda do SINMED e CREMERJ, contratar um profissional para auxiliar na comunicação de imprensa e mídia digital.

JOSÉ LEÔNCIO DE ANDRADE FEITOSA
PRESIDENTE EM EXERCÍCIO DO SINMED/RJ.
Rio de Janeiro, 20 de fevereiro de 2018.

Assembleia dos Médicos – UPA de Jacarepaguá e Maternidade Therezinha de Jesus – 28/02/18 – 19h⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

Assembleia dos Médicos – UPA de Jacarepaguá e Maternidade Therezinha de Jesus – 28/02/18 – 19h⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

EDITAL DE CONVOCAÇÃO

O SINDICATO DOS MÉDICOS DO RIO DE JANEIRO, entidade sindical representante da categoria médica, convoca para Assembleia Geral Extraordinária da Categoria e dos médicos que trabalham na UPA de Jacarepaguá para OS Hospital e Maternidade Therezinha de Jesus e que estão em estado de Assembleia Permanente devido ao estado de greve, a ser realizada no dia 28/02/2018, quarta-feira, na Rua André Rocha, 20 – Taquara, Rio de Janeiro, às 19:00 em primeira convocação e às 20:00 em segunda convocação, com o objetivo de deliberar e aprovar os itens que compõe a pauta de reivindicações de interesse da categoria: 1) Informes; 2) Análise da situação assistencial da unidade; 3) Deliberação sobre greve e suas reivindicações.

Informe do Comando De Greve

Informe do Comando De Greve

Informe do Comando de Greve de Médicas/os

Foram deliberações da assembleia de 19/02/18:

- Adiar a decisão da saída ou não da greve para assembleia após a audiência de 26/02 com a juíza do TRT;
- Nessa Assembleia discutir outras estratégias de mobilização;
- Fortalecer o fundo de greve e, com possível ajuda do SINMED e CREMERJ, contratar um profissional para auxiliar na comunicação de imprensa e mídia digital.

-> Próxima Assembleia dia 27 de fevereiro, 14:30h, no SINMED.

Médicos Populares

Exército virá trazer paz ou mais terror às comunidades do Rio?

Somos centenas de médicos/as que atuam diariamente nas favelas cariocas, junto com outros profissionais de saúde e estudantes universitários, realizando atendimento nas Clínicas da Familia e visitando pacientes acamados em suas casas. Andando pelas ruas dos bairros mais pobres das cidade, vemos de perto o terror causado pela guerra entre o Estado e o tráfico de drogas. Operações policiais que se iniciam de forma repentina, colocando moradores e profissionais de saúde muitas vezes no meio de tiroteios; casas dos nossos pacientes invadidas; unidades de saúde e escolas fechadas ou utilizadas como bunker pela polícia; balas perdidas e morte de inocentes.

Diante da notícia de mais uma intervenção do Governo Federal no Rio de Janeiro, perguntamos: isto trará paz às comunidades ou aumentará os conflitos gerando mais terror nas favelas? Os militares repetirão abusos de atuações anteriores, quando produziram violência contra trabalhadores inocentes - empregadas domésticas, motoristas, pedreiros, garis, etc. - que vivem nestas comunidades e que nada deveriam ter a ver com esta guerra? Qual o impacto esperado na redução no número de homicídios e outros indicadores de violência, já que ações militares anteriores - no complexo da Maré, por exemplo - não produziram melhora alguma nestes números?

A principal causa da violência no Rio é a guerra associada ao tráfico de drogas, seja entre policiais e traficantes, seja entre facções rivais. O Estado vai reforçar uma guerra que existe há pelo 30 anos e que não apresentou resultados efetivos neste período? Vale dizer que, segundo relatório da Comissão Global de Políticas sobre Drogas, de 2011, a repressão ao tráfico pelas forças do Estado não só não diminuiu o número de usuários nem o comércio clandestino das drogas, como, pelo contrário, valorizou os traficantes, estimulou o consumo e gerou mais custos de policiamento e no sistema prisional.

Resolver o problema da violência no Rio passa por enfrentar o debate da legalização das drogas leves no Brasil, como forma de impactar o volume de recursos - em torno de 5,7 bilhões de reais no Brasil, segundo estudo técnico de 2016 da Câmara do Deputados - que gira em torno do comércio clandestino destas das mesmas e que alimenta a compra de armas pesadas e a corrupção de agentes públicos.

A intervenção militar do Governo Federal tem tudo para agravar ainda mais o problema da violência no Rio e penalizar a população pobre e e negra das favelas. Na "melhor" das hipóteses, fará com que criminosos se reorganizem em estados vizinhos, como aconteceu no caso das UPPs. É uma ação que parece beneficiar apenas políticos corruptos - interessados em distrair a opinião pública - e a indústria de armamentos que faz dos conflitos armados sua fonte de lucro, para assim continuar financiando governantes e partidos políticos que defendam seus interesses.

Rede de Médicas e Médicos Populares do Rio de Janeiro

ERRATA DE EDITAL – Nova data da Assembleia da APS – 19/02/2018 – 15h⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

ERRATA DE EDITAL – Nova data da Assembleia da APS – 19/02/2018 – 15h⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

ERRATA DE EDITAL

O SINDICATO DOS MÉDICOS DO RIO DE JANEIRO, entidade sindical representante da categoria médica, vem, através deste edital, retificar a convocação para Assembleia Geral Extraordinária da Categoria e dos médicos que trabalham na rede municipal para Viva Rio, SPDM, Gnosis, IABAS e Fiotec na atenção primária, originalmente convocada para o dia 15/02/2018, nos seguintes termos:
Onde se lê: “a ser realizada no dia 15/02/2018, quinta-feira, na Av. Churchill, 97 – 11º andar – Centro, Rio de Janeiro, às 14:00 em primeira convocação e às 15:00 em segunda convocação. ”
Leia-se: “a ser realizada no dia 19/02/2018, segunda-feira, na Av. Churchill, 97 – 11º andar – Centro, Rio de Janeiro, às 14:00 em primeira convocação e às 15:00 em segunda convocação. ”
Ficam mantidos os itens que compõe a pauta, a saber: 1) Informes; 2) Discussão sobre a greve e avaliação; 3) Deliberação sobre a greve e suas reivindicações.
Rio de Janeiro, 15 de fevereiro de 2018. José Leôncio de Andrade Feitosa – Presidente do SinMed/RJ.

Informe do Comando de Greve – Assembleia 15/02/2018 Cancelada⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

Informe do Comando de Greve – Assembleia 15/02/2018 Cancelada⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

# Informe comando de greve #

O Sindicato dos Médicos do Rio de Janeiro informa que, devido aos distúrbios causados pelo temporal que assolou a cidade ontem, optamos por cancelar a assembleia dos médicos da APS agendada pra essa tarde.

À tarde enviaremos a convocatória oficial do sindicato com nova data.

SinMed/RJ

Assembleia Geral – Médicos UPA – Jacarepaguá – 16/02/2018 – 19h⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

Assembleia Geral – Médicos UPA – Jacarepaguá – 16/02/2018 – 19h⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

EDITAL DE CONVOCAÇÃO

O SINDICATO DOS MÉDICOS DO RIO DE JANEIRO, entidade sindical representante da categoria médica, convoca para Assembleia Geral Extraordinária da Categoria e dos médicos que trabalham na UPA de Jacarepaguá para OS Hospital e Maternidade Therezinha de Jesus, a ser realizada no dia 16/02/2018, sexta-feira, na Rua André Rocha, 20 – Taquara, Rio de Janeiro, às 19:00 em primeira convocação e às 20:00 em segunda convocação, com o objetivo de deliberar e aprovar os
itens que compõe a pauta de reivindicações de interesse da categoria:
1) Informes; 2) Análise da situação assistencial da unidade; 3) Deliberação sobre greve e suas reivindicações.

NOTA DA SECRETARIA DE ASSUNTOS JURÍDICOS DO SINDICATO DOS MÉDICOS DO RIO DE JANEIRO⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

NOTA DA SECRETARIA DE ASSUNTOS JURÍDICOS DO SINDICATO DOS MÉDICOS DO RIO DE JANEIRO⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

NOTA DA SECRETARIA DE ASSUNTOS JURÍDICOS DO SINDICATO DOS MÉDICOS DO RIO DE JANEIRO

A diretoria do Sindicato dos Médicos do Rio de Janeiro (SinMed-RJ), eleita em março de 2017, realiza a reestruturação de diversos setores da Entidade. Dentre eles o administrativo, o contábil e o jurídico, de modo a atender melhor às necessidades de seus associados e à sua missão institucional. Assim é que, entendendo a Transparência como o primeiro postulado para uma gestão segura e democrática, a atual direção contratou uma auditoria externa, independente, com previsão de conclusão em abril, que servirá de base para correções de equívocos e distorções. O setor jurídico é um dos que estão sendo avaliados e reformulados, para adequar-se a uma nova estrutura que sucede 18 anos de uma política sindical que reputamos equivocada.
As mudanças visam dotar nosso sindicato de uma gestão mais transparente e efetiva. Informamos aos associados que todos os processos, trabalhistas e de outras naturezas, (inclusive o Plano de Cargos e Salários – PCCS- que retornou ao controle do jurídico do sindicato) e que estão sob a responsabilidade do SINMED-RJ continuam adequadamente assistidos pelo nosso competente corpo de advogados, com o rigor e o profissionalismo por nós assumidos.

Se necessário, entrem em contato com nosso setor jurídico através dos telefones informados em nossa página na Internet.

Secretaria de Assuntos Jurídicos
Sindicato dos Médicos do Rio de Janeiro

Assembleia dos Médicos da UPA – Vila Kennedy – 09/02 – às 7h

Assembleia dos Médicos da UPA – Vila Kennedy – 09/02 – às 7h

EDITAL DE CONVOCAÇÃO

O SINDICATO DOS MÉDICOS DO RIO DE JANEIRO, entidade sindical representante da categoria médica, convoca para Assembleia Geral Extraordinária da Categoria e dos médicos que trabalham na UPA de Vila Kennedy para a OS IABAS, a ser realizada no dia 09/02/2018, sexta-feira, na Praça Dolomitas, Vila Kennedy, Rio de Janeiro, às 07:00 em primeira convocação e às 08:00 em segunda convocação

Mídias

Mídias Mídias

Contato

Avenida Churchill, 97
8º ao 12º andar  – Castelo – RJ

Tels: 21 2532-3413

comunicacao@sinmedrj.org.br